Senhora do Monte

domingo, fevereiro 13, 2005

... A Ressacar...

... Falou-se hoje aqui em ressaca. Confesso que assusta essa coisa da "ressaca". Vi muitos amigos a ressacar, de tal forma, que por vezes até parecia que eu próprio sentia as dores, mas afinal ser Amigo é isso mesmo, sentir as dores alheias como sendo nossas.
Eu próprio estou de ressaca, não dessas ressacas heroinómanas ou cocainómanas nem tão pouco das ressacas alcoólicas que nos deixam prostrados e com aquele sabor a cortiça na boca. Nada dessas ressacas, das outras, daquelas que nos apertam o coração e mitigam a mente, daquelas que nos fazem sentir inúteis, inertes, derrotados. Daquelas ressacas que eu julgava não existir, pelo menos em mim, daquelas ressacas que eu pensava só serem possíveis em mentes fracas e em espíritos desprovidos de raça, chama, amor e talento. Afinal, tal como em tudo na vida, não há heróis, pelo menos vivos, todos os meus heróis estão mortos e provavelmente a ressacar com o cheiro nauseabundo que deles próprios emana, isto claro, se a matéria for mais forte que o espírito porque se, tal como eu espero, assim não for estarão a ressacar mas de felicidade por tudo o que de genial produziram, por todo o bem que espalharam, mas isso são os meus heróis... e esses estão todos mortos...