Senhora do Monte

quinta-feira, fevereiro 10, 2005

Obrigado!

Ontem, o João Pedro Dias, fez o favor de me lembrar que eu havia prometido à comunidade blogosférica, que hoje, dia 10, divulgaria o meu sentido de voto.
Confesso que estou com o sindroma dos políticos cá do burgo, prometi e entretanto meti a promessa na gaveta e esqueci-me.
Portanto tenho que lhe agradecer o facto de me ter lembrado.
Lamentavelmente, por razões que adiante compreenderão, estou com pouquíssimo tempo e acresce a isso o facto de serem agora 2 da manhã, estar num quarto de hotel e não ter aqui computador.
O que quer dizer, que qual escritor ancestral de inicio do século passado, estar a escrever com caneta, em folhas A4 e amanhã durante o dia terei que passar o texto para o Word ou, em alternativa, arranjar uma alma caridosa que o faça, que ainda é o mais provável.
Escrever um postal onde se discorre sobre o sentido de voto, num blogue com índices de audiência muito bons para quem está a começar e que alimenta desde o ínicio um cariz político forte não pode ser um postal qualquer.
Deverá ser orientador de um pensamento, certeiro, sério, porventura muito mais sério do que aqueles que habitualmente se debitam aqui pelo estabelecimento.
O meu voto, vale o que vale, exactamente o que em termos aritméticos vale o de todos nós e por isso, é uma coisa séria, que por si só, justifica algum rigor.
Não aprecio postais demasiado longos, este fica por aqui, mas o próximo - ou próximos – vai ser provavelmente o mais longo de sempre, assim eu não adormeça entretanto.
Peço-vos paciência e se a minha posição ficar clarificada, terei cumprido o objectivo.
Vou começar a escrever e logo se vê como isto vai acabar.
Obrigado!