Senhora do Monte

domingo, fevereiro 06, 2005

Não me apresento!

Parece que é necessário que eu me apresente. Eis um problema...
Não gosto de me apresentar! E logo na Internet!

Já devem ter adivinhado que sou um neófito nesta coisa dos blogs, senão já me teria apresentado sem mais hesitações. Mas aqui estou, pela primeira vez a escrever num, e a ver se me consigo livrar do ritual de iniciação.

Não gosto de me apresentar! Não na Internet!

Há pelo menos treze anos que ando nisto da Internet e nunca me apresentei em site nenhum, nem nos que fundei, nem nos que programei, nem naqueles em que apenas escrevi qualquer coisa. "Treze anos" - dirão - "impossível! Este blogo-excluído deve estar confuso!"

Mas é verdade. Há treze anos que ando pela Internet. Não pela "Web", que só foi inventada 3 anos depois, mas pela velha internet do mail, do telnet, das news e do ftp, no tempo das palavras e não das imagens, muito antes de haver spam. Quando apareceu a web, um colega meu criou a Homepage de Portugal ao mesmo tempo que outros, mais para o Sul, criavam um Serviço de Apontadores que depois se tornou batráquio. Vi nascer e morrer muitos sites, vi nascer a Web. Frequentei uns sites novos que se chamaram weblogs, ajudei a fundar este e criei este outro.

Vi mudarem o nome, ajustarem o conceito e chamarem-lhes blogs, mas nunca participei em nenhum. E nunca, nunca me apresentei. Existo nesses sites que criei, mas como criador não me apresento. Apenas sou.

E agora tenho que me apresentar...

O peso da eternidade é opressivo: o que se escreve aqui nunca será esquecido enquanto houver gente. A web não esquece - com uma simples pesquisa encontro as primeiras palavras que escrevi online há tantos anos... e querem que eu me apresente, deixando aqui, para todo o sempre, a terrível resposta à terrível pergunta: "Quem és?".

É claro que hesito, mas poderia talvez dizer que nasci no ano em que morreu o Churchill, que sou académico em part-time, engenheiro - em Informática, claro - que tenho mulher e filha, e um sobrinho que é cão, que sou o irmão mais velho e ajuizado de outro dos bloggers deste blog; que já vi outro, o Mário Antunes Varela, a meditar sobre lagoas, bodes premiados, codornizes, leitões, vacas e burros; que tenho lido este blog com a satisfação de aqui encontrar pessoas com as quais concordo em quase tudo e com as quais sinto instintivamente vontade de trocar ideias. Mas isto não é uma apresentação que se apresente...

De qualquer modo, acho que vou gostar muito de escrever neste blog. Estou até ansioso por começar...

Mas não me apresento!

ajc



5 Comments:

  • Querido amigo António,
    numa altura de tristezas grandes, públicas umas, privadas outras, duas linhas para te dar um abraço forte e para te dizer da verdadeira alegria que representa a tua chegada.
    Também eu estou ansioso por que comeces. Há aqui um espaço, por preencher faz tempo, que foi feito à tua medida.
    Qual a lua, feita à medida do espelho do Bonfim...

    By Blogger Mário Antunes Varela, at 2:28 da manhã  

  • Sejas bem chegado,
    e temos grande expectativa em relação à tua participação.
    A pressão é grande! ehehehehe.
    Um abraço

    By Blogger gelsenkirchen, at 2:11 da tarde  

  • Nice site!
    [url=http://xukdxaff.com/pvho/eveq.html]My homepage[/url] | [url=http://xeeoviuf.com/jegj/nfvf.html]Cool site[/url]

    By Anonymous Anónimo, at 4:38 da tarde  

  • By Anonymous Anónimo, at 4:39 da tarde  

  • Great work!
    http://xukdxaff.com/pvho/eveq.html | http://ukoeyjfe.com/xiij/vrja.html

    By Anonymous Anónimo, at 4:41 da tarde  

Enviar um comentário

<< regressar à página de entrada